Dicas de Estudo‎ > ‎

Mapa Mental e Mapa Conceitual

Mapas Mentais e Mapas Conceituais são poderosas ferramentas para estudo. Podem ser usados para anotações em aulas e palestras, discussões estilo brainstorm, resumos de livros e outros materiais, organização do pensamento, indexação de grandes volumes de informação, etc.

Essencialmente, ambos são "diagramas de fluxo de pensamento", cujo grande objetivo é deixar o pensamento visualmente organizado, para que seja fácil recuperar a informação ali contida. É como se fossem "chaves" para recuperar toda uma linha de raciocínio. Aliás, palavras e conceitos-chave que literalmente produzirão isso. É possível sintetizar muita informação em um pequeno espaço, para que seja fácil processá-la e transformá-la em conhecimento.

Os mapas podem ser feitos à mão, mas há boas ferramentas para automatizá-los.

Mapas Mentais

Exemplo de Mapa Mental
Nos mapas mentais, há sempre uma ideia central (raiz), a partir da qual se "puxam" as ideias conectadas (galhos), numa estrutura em árvore. Em cada "nó", ou "caixa" do mapa, há apenas uma palavra, ou uma pequena frase. A organização é feita de forma a encadear o pensamento. E vale tudo: trabalhar com as cores, inserir imagens, etc.

A Wikipedia possui um ótimo exemplo de Mapa Mental sobre Como Elaborar Mapas Mentais, no artigo sobre Mind Maps. Há uma série de outros exemplos e dicas no site Learning Fundamentals e um exemplo bastante artístico pode ser visto no site História das Artes

Mapas Mentais neste site:

Ferramentas recomendadas (depois de muitos testes):
  • app.mindmapmaker.org - Usa HTML5 e permite salvar os arquivos localmente, no Google Drive, ou em outra nuvem, no formato JSON. Ele é uma versão turbinada do mindmaps, de David Richard, mantida por Azeem Cv. A aplicação também funciona offline no navegador. A ajuda está disponível em mindmapmaker.org e provavelmente ele suprirá suas necessidades para mapas mentais. O mapa da arquitetura de nuvem (2ª figura desta página) foi feito nele.
  • Para Windows (8.x e 10), meu preferido é o espresso Mind Map. A limitação da versão gratuita é basicamente as marcas d'água ao se exportar os mapas para HTML ou imagem. A versão paga custa menos que um cafézinho. É o software que utilizo para a maioria dos mapas aqui no site (1ª figura desta página), especialmente pela facilidade em exportar arquivos HTML.
  • Na opção instalável e multiplataforma testei mais recentemente o vym - view your mind e o Freeplane. Achei ambos melhores que o FreeMind que é provavelmente o software livre mais famoso para mapas mentais.


Mapas Conceituais

Os mapas conceituais diferem dos mentais pela presença de uma conexão entre os conceitos registrados nos nós, ou caixas. Essa conexão é feita sempre com um verbo, ou locução. Por exemplo: "é", "pode ser", "deriva de", "pode ser feito com", "constituem". É também muito comum que os conceitos sejam interligados, numa estrutura mais para rede do que para árvore.

O site Learn About Concept Maps do Institute for Human and Machine Cognition (IHMC) é um ótimo ponto de partida. Eles também fazem o software mais popular para mapas conceituais, o CmapTools.

Muitas vezes software como Microsoft Visio, LibreOffice Draw, a ferramenta de desenho do Google Drive, ou o Draw.io, acabam sendo a opção mais interessante para se elaborar um mapa conceitual.

Mapas Conceituais neste site: